TEXTOS, RESUMOS E DOCUMENTOS DA HISTÓRIA DO BRASIL


Pero Vaz de Caminha - quem foi, biografia resumida

Biografia resumida de Pero Vaz de Caminha, quem foi, importância para a História do Brasil, sua carta sobre a descoberta

Pero Vaz de Caminha lendo sua carta
Pero Vaz de Caminha lendo sua carta

 

Quem foi e importância histórica


Herdeiro de Vasco Fernandes, o português Pero Vaz de Caminha, ou também popularmente conhecido como Pedro Vaz de Caminha, é um dos célebres personagens da história de Portugal e do descobrimento o Brasil.


Ele ficou conhecido pelas suas funções como escrivão dos empreendimentos marítimos da grande frota de Pedro Álvares Cabral no ano de 1500.


Isso porque Caminha teve uma grande participação principalmente durante a chegada das caravelas ao território brasileiro, desconhecido até então pelos europeus e descoberto no mesmo ano pela frota de Cabral.


O escrivão também é conhecido nessa expedição por um dos documentos mais importantes da história do berço do Brasil, a histórica “Carta de Pero Vaz de Caminha” ou “Carta a el-Rei Dom Manoel”, escrita e encaminhada ao Rei de Portugal.


Nesta carta, ele relata ao Rei Dom Manoel os detalhes sobre a descoberta do Brasil e descreve também em detalhes os nativos da terra descoberta.


Nascimento e morte


Não se sabe ao certo o dia e o mês de nascimento de Vaz de Caminha. Entretanto, estudiosos relatam que seu nascimento ocorreu nos anos de 1450, na cidade de Porto. Já sua morte é datada no 15 de dezembro de 1500, na cidade de Calecute.


Biografia resumida


Como apontado pelos historiadores, Caminha nasceu, provavelmente, em meados de 1450.
Ele foi criado e crescido na cidade de Porto, a cidade portuária localizada a noroeste da Península Ibérica.


Seu pai, Vasco Fernandes de Caminha, era o famoso cavalheiro do Duque de Bragança.
Em 1497, Caminha também se tornou vereador da cidade de Porto, local onde viveu grande parte de sua vida.


Por ser um homem culto e letrado, Caminha conseguiu o cargo de escrivão e também tesoureiro da casa da moeda Casa da Moeda. Cargo este herdado por seu pai.

Pero Vaz de Caminha foi casado com Dona Catarina. Deste casamento, tiveram uma filha cujo nome era Isabel Caminha.


Na data de 09 de março de 1500, ele partiu junto com a frota portuguesa, saindo de Lisboa à caminho das Índias. Entretanto, devido algum erro de navegação, os portugueses acabaram chegando às terras brasileiras em vez de seu destino inicial, a Índia.


Logo, em 22 de abril e 1500, os 13 navios com cerca de 1500 homens chegaram ao litoral da Bahia e avistaram a nova terra.


Nesta mesma expedição, Caminha escreve a carta ao Rei Manoel.


Pero Vaz de Caminha vem a falecer alguns meses depois da descoberta (15 de dezembro de 1500) na cidade de Caletute, na Índia, deixando seus grandes feitos históricos para os séculos seguintes.


Curiosidades:


- Somente dois séculos depois, em 1773, a carta escrita por Vaz de Caminha foi redescoberta pelo guarda-mor de arquivos da Torre de Tombo, José Seabra da Silva.


- Embora tenha sido redescoberta muito tempo depois, a carta de Caminha ainda demorou para ser publicada. Tal publicação ocorreu apenas em 1817, pelo Padre Manuel Aires do Casal.

- Essa carta-relato é considerada um dos principais documentos históricos da História do Brasil.


 

Bibliografia indicada:

 

A Carta de Pero Vaz de Caminha - o Descobrimento do Brasil

Autor: Castro, Silvio

Editora: LPM

Ano: 1996

Temas principais: História do Brasil, Descobrimento do Brasil

Impressão Google+


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor. Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2005 - 2018 História do Brasil.Net Todos os direitos reservados.