TEXTOS, RESUMOS E DOCUMENTOS DA HISTÓRIA DO BRASIL


Capistrano de Abreu - biografia resumida, obras

Biografia resumida, obras principais, importância para a historiografia brasileira, dados do historiador

Capistrano de Abreu: importante historiador brasileiro
Capistrano de Abreu: importante historiador brasileiro

 

Quem foi e sua importância

 

João Capistrano Honório de Abreu, conhecido também como Capistrano de Abreu, foi um importante historiador, que mudou o cenário da historiografia brasileira, no final do século XIX e come do XX. Ele é considerado um dos primeiros grandes historiadores do Brasil e o responsável pela entrada do nosso país no mundo da historiografia moderna.

 

Uma de suas grandes obras foi o livro Capítulos da História Colonial (1500 – 1800), que foi publicado em 1907.

 

Capistrano de Abreu atuou também nas áreas de Etnografia (método antropológico de coleta de dados) e Linguística (estudo científico da linguagem).

 

Hoje, as obras do historiador são vistas como grandes fontes de fatos e informações, que fizeram parte da História brasileira.

 

Biografia resumida

 

Capistrano de Abreu nasceu em Maranguape, uma cidade localizada no estado do Ceará, no dia 23 de outubro de 1853.

 

Capistrano de Abreu começou seus estudos em rápidas passagens por diversas escolas locais.

 

No ano de 1869, ele viajou para o Recife, onde deu início aos seus cursos voltados para as áreas humanas. Após dois anos no Recife, Capistrano de Abreu decidiu voltar para o Ceará.

 

Na capital de seu estado natal, Capistrano de Abreu foi um dos fundadores da Academia Francesa, um órgão voltado para cultura e debate, que possuía caráter anticlerical e progressista. A Academia Francesa durou de 1872 a 1875.

 

Em 1875, Capistrano se estabeleceu no Rio de Janeiro e começou a lecionar no colégio Aquino. Ele também teve participação importante no jornal O Globo. Trabalhou também como redator do jornal Gazeta de Notícias e, principalmente, teve participação da vida literária da corte do país.

 

Após ser aprovado em concurso público, Capistrano tornou-se bibliotecário, em 1879, da Biblioteca Nacional, onde permaneceu até o ano de 1883. Nesse mesmo ano, Capistrano conseguiu ser aprovado em concurso para o Colégio Pedro II (Rio de Janeiro) ao defender a tese O descobrimento do Brasil e o seu desenvolvimento no século XVI.

 

Capistrano lecionou Corografia e História do Brasil nesse mesmo colégio.

 

Grande parte de sua vida foi a dedicada aos estudos de História do Brasil Colonial.

 

No dia 13 de agosto de 1927, Capistrano faleceu no Rio de Janeiro, cidade onde viveu grande parte de sua carreira profissional.

 

Curiosidade


- Capistrano de Abreu foi escolhido para integrar a Academia Brasileira de Letras, porém, recusou o convite.

 

Obras de Capistrano de Abreu:

 

- Estudo sobre Raimundo da Rocha Lima (1878)

 

- José de Alencar (1878)

 

- A língua dos Bacaeris (1897)

 

- Capítulos de História Colonial (1907)

 

- Dois documentos sobre Caxinauás (1911-1912)

 

- Os Caminhos Antigos e o Povoamento do Brasil (1930)

 

- O Descobrimento do Brasil (1883)

 

- Ensaios e Estudos (1931-33, póstuma)

 

- Correspondência (1954, póstuma)


 

Bibliografia indicada:

 

As cartas de Capistrano de Abreu

Autor: Amed, fernando José

Editora: Alameda

Ano: 2006

Temas do livro: Biografias, História do Brasil

Impressão Google+


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor. Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2005 - 2018 História do Brasil.Net Todos os direitos reservados.